Magnólia - (Arraial d'ajuda-BA)

Tive o privilégio de conhecer esse lugar a alguns anos atrás, quando meus pais foram morar na Bahia. Desde então sou viciado em Arraial, que tem praias maravilhosas, gente bonita, é um lugar tranquilo para descançar o corpo e a mente, não tem turistas em excesso como em Porto Seguro, que fica bem ao lado e acima de tudo, é uma região onde as primeiras raves aconteceram no país.

Ex-reduto de hippies, hoje um reduto de endinheirados Arraial d’Ajuda continua sendo original em tudo, seja no visual da cidade, nos bares, na ruas e nas praias. A cidade é bem pequena e o trânsito é muito tranquilo mesmo em épocas de alta temporada. Se você não gosta muito, por exemplo de passar o carnaval em um lugar lotado, com milhares de pessoas lotando as ruas, bebendo o tempo todo e fazendo algazarra Arraial é o lugar ideal para você. Tranquilidade é a identidade do lugar.

Os atuais moradores são em sua maioria extrangeiros, logo boa parte do comércio local segue um padrão internacional de atendimento. É muito comum ir à um bar Argentino (recomendo o Girassol) e ao atravessar a rua dar de cara com um legítimo restaurante japonês.

As baladas são diferentes de tudo que se conhece pelo Brasil. Esticadas em bares jogando uma boa sinuca, ou tomando um bom drink em uma rede, noitadas em boate ou mesmo em um lual na beira da praia são as várias opções que o lugar oferece. Os turistas em sua grande maioria são extrangeiros. Por isso é possível comprar uma coca-cola e pagar em dólar ou em euro por exemplo.

Porém o melhor lugar para quem gosta ou deseja conhecer um legítimo psytrance é sem dúvida o MAGNOLIA, localizado na estrada de Pitinga à beira da praia. Para quem ainda não sabe, as primeiras festas psy no Brasil começaram em Trancoso e Arraial d’Ajuda, e logo depois foram para São Paulo.

As festas se mantém originais até hoje, com um público diferente das raves espalhadas pelo país afora. As pessoas vão com roupas simples, sem firulas, conversam, brincam, se divertem…. sempre respeitando o espaço alheio. Em mais de 4 anos que frequento o Magnolia nunca vi desrespeito, brigas, pessoas vestidas como se fossem verdadeiros palhaços, gritando, levando bichos de pelúcia, placas com frases de fritos, etc. As mulheres se vestem de uma forma natural, mostrando sua beleza original.

Os dj’s são os melhores do mundo. A dj Marta DLM é proprietária do lugar. Não é difícil por exemplo que você esteja sentado curtindo a festa e um dj “famoso” que você tanto gosta comece a puxar papo com você. Lá conheci muitos dj’s que vão principalmente para descansar, pois no MAG não existe o assédio pelos dj’s… diferente de uma festa grande, onde eles são endeusados, e não tem tranquilidade nem mesmo para tomar um gole em paz.

O clima de paz, tranquilidade, alegria, igualdade, respeito, segurança e principalmente liberdade você não encontra igual em nenhum lugar. Se você quer ir à um paraíso conheça o Magnolia!

No dia 21 de julho fui novamente para uma festa no Magnolia. Chegando lá passei em uma pousada onde um grande amigo que estuda comigo estava hospedado com seus familiares. Fomos então eu, o Antony e sua namorada curtir uma noitada em Arraial.

Fomos comer algo e ficamos um tempo bebendo uns drinks em um bar argentino. Telefonei para o Jimmy (proprietário do Magnolia). Ele e Marta já estavam indo para o MAG. Nos encontramos no Girassol e descemos logo em seguida para a festa. Ao chegar ao local fomos buscar o Swarup na casa do Jimmy e da Marta. Retornamos e a Marta estava tocando um Full On de primeira, alucinando a galera.

Logo em seguida Swarup entra com seus groovies levando todos à beira da loucura (não é força de expressão). Swarup é o dono do maior festival de música eletrônica do país, chamado Universo Paralello. Já tocou em diversos festivais pelo mundo e tem uma experiência enorme em música eletrônica.

As pessoas se divertiam muito, era nítida a sensação de paz em cada um. O vôo do Dj Mack atrasou um pouco, porém eis que entra o Dj Franco Rossi e começa a tocar um som mágico. Franco Rossi para quem não conhece é um italiano gente finíssima e um dos pioneiros do psytrance. Tem experiência de mais de 10 anos de música eletrônica e faz um som original, de qualidade com mixagens perfeitas e efeitos lisérgicos.

Chuviscou durante aproximadamente meia hora, e mesmo assim as pessoas não paravam de dançar. Todos celebrando a vida, o mar, a felicidade.

Ao amanhecer o Mack chegou e tocou junto com Franco Rossi. O amanhecer foi lindo, o sol foi nascendo, as pessoas dançando, o Full On Morning tocando e a lisergia espalhada no ar. Foi mais uma vez fantástico ver o nascer do sol de frente para o mar no Magnolia.

Quando se ouve falar de Arraial d’Ajuda não se faz idéia do quanto o lugar é lisérgico. Só indo mesmo para conhecer. Recomendo muito.

Foi muito legal ir novamente ao Magnolia, pois reencontrei várias pessas, assim como Marta e Jimmy, que são dois grandes amigos. Conversar pessoalmente com o Dj Mack, o Swarup e conhecer o som do Franco Rossi também foi ótimo. Bricamos, conversamos, rimos, bebemos e celebramos mais uma vez a vida naquele fantástico lugar.

Se as pessoas que estão conhecendo o psytrance hoje em dia soubessem o quanto é bom e diferente uma rave no estilo das festas que acontecem em Trancoso, Arraial d’Ajuda e região iriam se apaixonar pela Bahia.

Arraial d’Ajuda foi onde eu conheci o psytrance, é onde eu mais frequento e tenho cada vez mais vontade de ir. Foi onde eu aprendi a me comportar em uma rave, respeitando o próximo e celebrando a vida. Abrir as portas da percepção em Arraial d’Ajuda não tem preço.

 

Abaixo alguns vídeos:

http://br.youtube.com/watch?v=NHtleI3-hN8

http://br.youtube.com/watch?v=kEA6XYNuJgg

http://br.youtube.com/watch?v=AmSMVIILtzk

http://br.youtube.com/watch?v=JURmQkS-8ms